PUBLICAÇÕES DO BLOG

Mapa Mental – Fontes de Informação – Por Jorge Cativo

BD+BANNER+bd

Aos usuários do Biblioteconomia Digital, alguns conceitos essenciais sobre Fontes de Informação e o mapa mental com as tipologias para auxiliar nos estudos ! 
Obrigado ao Gustavo Henn pela disseminação do conteúdo.
INFORMAÇÃO
      (do latim informatione) acto ou efeito de informar ou informar-se; comunicação; indagação, devassa; conjunto de conhecimentos sobre alguém ou alguma coisa; conhecimentos obtidos por alguém; elemento de conhecimento susceptível de ser transmitido e conservado graças a um suporte e um código.
     “[…] é um conhecimento inscrito (gravado) sob a forma escrita (impressa ou numérica), oral ou audiovisual. A informação comporta um elemento de sentido” (LE COADIC, 1996, p.5).
      “Estruturas significantes com a intenção de gerar conhecimento no indivíduo e seu espaço” (BARRETO, 2005) .
 
SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO
      Combinação de processos relacionados ao ciclo informacional dos setores científico e produtivo, dependendo de pessoas e de uma plataforma tecnológica, organizados para o alcance de objetivos voltados à inovação e ao desenvolvimento, produtividade e competitividade. (BELUZZO, 2003).


1264642 602377603147179 1189200625 o


FONTES DE INFORMAÇÃO
      São os meios utilizados para equacionar problemas informacionais estabelecidos pelo esforço de converter as necessidades em resultados práticos através das diversas formas de conhecimento.As fontes de informação podem ser: 
  
     Fontes Primárias
    “[…] são fatos vindos diretamente da fontes e não adulterados […]. É uma informação que não pode ser mudada, alterada ou disfarçada por opiniões ou seleções” (BRASILIANO, 2005, p. 6-7);
     Fontes Secundárias
      “Contêm, informações sobre documentos primários e são arranjados segundo um plano definitivo; são, na verdade, os organizadores dos documentos primários e guiam o leitor para eles[…]” (CUNHA, 2001, p. ix);
     Fontes Terciárias
     Têm como função principal ajudar o leitor na pesquisa de fontes primárias e secundárias, sendo que, na maioria, não trazem nenhum conhecimento ou assunto como um todo, isto é, são sinalizadores de localização ou indicadores sobre os documentos primários ou secundários, além de informação factual […] (CUNHA, 2001, p. ix). 
REFERÊNCIAS
      BELLUZO, Célia Regina Baptista. Novas Condutas de Gestão em serviços de Informação. São Paulo: USP/SIBi, 2003.Disponível em: <http://www.usp.br/sibi/palestraSIBi-USP-12marco2003.ppt>. Acesso em: 11 de outubro de 2013.
      CUNHA, Murilo Bastos da. Para saber mais: fontes de informação em ciência e tecnologia. Brasília: Briquet de Lemos, 2001.
       LE COADIC, Yves. A ciência da Informação. Brasília: Briquet de Lemos, 1996.
  
 Foco sempre!
 

Compartilhe com quem quer aprender sobre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdos relacionados que você pode se interessar

Entre para a comunidade BD

repositório do zero com dspace

50% off

Válido até 21 de Março de 2021