PUBLICAÇÕES DO BLOG

O padrão ISO 2709

BD%2BBANNER%2Bbd

Diante dos frequentes concursos cobrando a temática relacionada com normas, padrões, e intercâmbio associados a registros bibliográficos, tentando sempre confundir ao tratar de MARC21, Z3950 e ISO2709 considerei pertinente abordar o item.

O ISO 2709 “Documentation Format for Bibliographic Interchange on Magnetic Tape” foi desenvolvida pelo Comitê Técnico ISO/TC 46, Informação e Documentação, Subcomitê SC 4, Aplicativos de computador na informação e documentação, da International Organization for Standardization (ISO).

Ressaltando que trata-se de norma que “especifica os requisitos para o formato de intercâmbio de registros bibliográficos que descrevem todas as formas de documentos sujeitos à descrição bibliográfica. Não define a extensão do conteúdo de documentos individuais e nem designa significado algum para os parágrafos, indicadores ou identificadores, sendo essas especificações as funções dos formatos de implementação. A ISO se preocupa em apresentar uma estrutura generalizada, ou seja, um arcabouço projetado especialmente para a comunicação entre sistemas de processamento de dados, e não para uso como formato de processamento dentro dos sistemas.”

Questão de concurso!

Foco sempre!

Jorge Cativo

Compartilhe com quem quer aprender sobre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

4 respostas

  1. O formato ISO – 2709 é um formato padrão de comunicação para registros bibliográficos, utilizado para intercâmbio de registros em meio magnético de um sistema para outro.A partir de seus padrões estabelecidos se torna possível a transferência de um item bibliográfico de um sitema ou banco de dados para outro, sem perda de informações, fazendo com que os dados sejam independentes de software e hardware, tornando os registros bibliográficos portáveis entre sistemas.

  2. A primeira está relacionada a padronização da estrutura indispensável para que exista a comunicação entre diferentes sistemas no que diz respeito a registros bibliográficos e os tipos de documentos passíveis de descrição, já o segundo diz respeito a possibilidade de troca, interação entre aplicações e principalmente recuperação de informações entre diferentes sistemas que usam o mesmo padrão, permitindo que os usuários façam consultas e buscas remotas a bancos de dados como se parecessem locais.

    Ou seja… falou em intercâmbio de registros: ISO 2709,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdos relacionados que você pode se interessar

Entre para a comunidade BD

repositório do zero com dspace

50% off

Válido até 21 de Março de 2021